Informado pela Divisão de Auditoria, da solução do problema, o presidente do TCE, conselheiro Nominando Diniz, tratou do desbloqueio dessas contas, no início do expediente desta quarta-feira (13), em ofícios à Superintendência Estadual do Banco do Brasil, estabelecimento que tem a guarda do Fundo de Participação dos Municípios.

Desse modo, o TCE já desbloqueou as contas bancárias das Prefeituras de Assunção, Belém do Brejo do Cruz, Caaporã, Cacimba de Areia, Caiçara, Cajazeirinhas, Campo de Santana, Catingueira, Diamante, Juazeirinho, Juru, Mãe D’água, Nova Palmeira, Pedra Lavrada, Pilar, Riacho dos Cavalos, Salgado de São Félix, Santa Cecília, Santo André, São Bentinho, São José dos Ramos, Serra da Raiz e Tavares. Também, as das Câmaras Municipais de Emas e Riachão.