O presidente do TCE, conselheiro Nominando Diniz, recebeu o pedido de adiamento do encontro com equipe capitaneada pela superintendente da Receita em Pernambuco, Conceição Jacob, impedida de se ausentar do Recife por compromissos de última hora.

A reunião – da qual também participará o superintendente do órgão na Paraíba, Marconi Frazão – fora agendada pelo secretário nacional da Receita Otacílio Cartaxo que substitui, interinamente, a ex-secretária Lina Maria Vieira, afastada do cargo em meados de julho. Foi Marconi Frazão, com quem foram conduzidos os primeiros entendimentos, que propôs ao TCE o contato direto com a sede do órgão, em Brasília.

A parceria entre os dois organismos permitirá a troca de informações de grande importância para o acompanhamento da gestão do dinheiro público, conforme esclarece Nominando. Quando tudo estiver concluído, ambas as fiscalizações terão acesso, por exemplo, aos dados de que cada uma dispõe acerca de pessoas e empresas remuneradas pelo Poder Público e suas contribuições ao sistema previdenciário.

Explica o presidente do TCE que nem sempre as folhas de pessoal, guias de recolhimentos à Previdência e despesas de entes públicos com empresas e prestadores de serviços são informados de um mesmo modo ao Tribunal e à Receita. “A parceria que estamos firmando detectará os desencontros de informação e evitará futuros prejuízos para os cofres públicos e o Sistema Previdenciário”, conclui ele.