Após a verificação de quorum e a da presença de representante do Ministério Público, discussão e votação da ata anterior, leitura de expediente, comunicações, indicações e requerimentos, o atual presidente do TCE, conselheiro Arnóbio Viana, autorizará o início da votação.
A eleição se fará entre seis conselheiros titulares, em razão da vaga aberta com a aposentadoria do conselheiro Marcos Ubiratan, ainda não preenchida. A chapa distribuída pelo secretário do Pleno será por ele também recolhida em urna de pano, após a anotação dos votos que terão a contagem da procuradora geral Ana Teresa Nóbrega. Feito isso, o conselheiro Arnóbio Viana proclamará o resultado. Os eleitos tomarão posse de seus novos cargos em sessão extraordinária já marcada para 8 de janeiro, a partir das 14 horas.